dia 22 de agosto 2015

No silencio da noite finalmente chego a nossa casa e vejo que tu calmamente me esperas, beijas meus lábios e sinto tua barba por fazer, e como a adoro sentir o seu arranhar. Me encostas ao teu peito e tuas mãos meus braços nus percorrem enquanto passas teu queixo em meu pescoço, minha pele arrepia com teu contacto! Agarro tua mão e te levo até o quarto, rapidamente vou até o roupeiro trocar de roupa, quando volto te vejo sentado no cadeirão olhando calmamente para a porta e olhas-me dos pés à cabeça e sorris maliciosamente. Te levantas e vens na minha direcção reparo que já só tens as calças vestidas, tiro o cinto de cetim de meu pequeno coloco em tuas mãos prontamente a agarras, giras-me e de colas a venda em meus olhos, encostas meu corpo ao teu e juntos caminhamos. Suavemente me viras e estou de frente para ti, deslizas meu robe por meus braços e sinto-o cair junto a meus pés, desapertas os colchetes de meu corpete e ao mesmo tempo teus lábios percorrem entre meu pescoço e ombro, quando finalmente despida estou me fazes deitar sobre a cama... Sinto os lençóis frios e logo em seguida o teu corpo me cobrindo... pegas em minhas mãos e as beijas, colocas-las acima de minha cabeça e as prendes com as cordas que estão na cabeceira da cama, sinto tua respiração pesada... delicadamente passas tua língua em cada um de meus mamilos e de seguida os mordes de leve... gemo de prazer!

1 comentário:

Follow by Email